Cada um de nós tem a chave da despensa do Senhor. Somos nós quem decidimos se iremos abri-la ou fechá-la, se seremos uma benção para os outros ou não. Nessa despensa está a multiforme graça de Deus. Está em nossas mãos a chave da graça de Deus que nosso irmão precisa. É uma questão de decisão. Com o rebanho de Deus confiado a nós, como aqueles que cuidam da despensa, devemos ter a mesma atitude ao procurar alimentar cada uma das pessoas, cada ovelha do Senhor.

Apascentar é dar o alimento específico segundo a idade da ovelha, segundo o momento em que ela está vivendo e segundo o serviço que ela presta ou prestará ao corpo de Cristo. Isso exige proximidade e amizade para que possa discernir essas coisas. Devemos diminuir a ênfase sobre o conceito de líder para adquirirmos consciência e paternidade, que é essencialmente diferente de paternalismo. A paternidade produz vida, saúde e crescimento aos filhos. Ela protege sem prender, cuida sem sufocar. Produz também oportunidades de crescimento e de maturação dos filhos, sem expô-los a perigos desnecessários. Essas são as diferenças entre uma paternidade sadia e o paternalismo que faz adoecer os filhos.

AGORA EM VOLUME ÚNICO

O pastoreio - Volume único

R$ 35,00Preço