APRENDIZADOS DA VIDA DE DAVI

Antonio Carlos Silva

Texto: 1Cr 28


INTRODUÇÃO

O texto nos revela que Davi foi um homem muito usado por Deus como rei e como guerreiro para fazer conquistas maravilhosas para o povo de Israel, o povo de Deus. Davi conquistou nações, conquistou muito ouro e muita prata. Ele foi usado para projetar a nação de Israel como a principal nação da sua época. A verdade é que Davi foi um dos homens que mais guerreou e fez acréscimos a nação de Israel. No entanto, quando este decidiu construir a casa de Deus, o templo, foi lhe NEGADO este privilégio, pois o Senhor decidiu fazer isso através de outro homem, a saber, SALOMÃO.

DAVI, UM CHAMADO LIMITADO E ESPECÍFICO

“O rei Davi se pôs de pé e disse: "Escutem-me, meus irmãos e meu povo. Eu tinha no coração o propósito de construir um templo para nele colocar a arca da aliança do Senhor, o estrado dos pés de nosso Deus; fiz planos para construí-lo, mas Deus me disse: ‘Você não construirá um templo em honra do meu nome, pois você é um guerreiro e matou muita gente”. (1 Crônicas 28:2,3)

Deus deixou bem claro para Davi, que embora houvesse um desejo nobre em seu coração, o SEU chamado para ele tinha uma ação LIMITADA E ESPECÍFICA. Apesar de Davi ter sido usado para fazer muitas coisas, no entanto, estas ações tinham um limite. Deus falou que Davi tinha um chamado específico. Que o Senhor iria usá-lo em uma obra específica e que a continuidade daquela obra estaria sob a ação de outro protagonista.

Deus disse: “Davi, você é um homem que tem ás mãos sujas de sangue, por isso a construção desta parte do meu projeto não cabe a você, mas a outro.”

O impressionante neste texto é que Davi admite que ele tinha determinado no seu coração que era ele quem iria construir o templo para Deus. Por um momento da sua vida, ele tinha plena certeza que a vontade de Deus era que ele construísse o templo. E, durante muitos anos, ele trabalhou com muita dedicação para que isso acontecesse. Só que chegou um momento que DEUS falou: “VOCÊ NÃO CONSTRUIRÁ UM TEMPLO EM HONRA AO MEU NOME...”

“E, dentre todos os muitos filhos que me deu, ele escolheu Salomão para sentar-se no trono de Israel, o reino do Senhor. Ele me disse: ‘Seu filho Salomão é quem construirá o meu templo e os meus pátios, pois eu o escolhi para ser meu filho, e eu serei o pai dele.” (1 Crônicas 28:5,6)

O fato é que não temos tudo e não vamos poder fazer tudo. Deus nos chamou para cooperar com uma parte. Somos humanos e portanto, limitados.

Conforme o dom que me foi concedido, eu, como sábio construtor, lancei o alicerce, e outro está construindo sobre ele. Contudo, veja cada um como constrói”. (1Co 3:10)

Eu plantei, Apolo regou, mas Deus é quem fez crescer”. (1Co 3:6)

DAVI, UM HOMEM BEM RESOLVIDO EMOCIONALMENTE

Outro fato impressionante neste texto é que Davi não foi um homem OBSTINADO, a ponto de ficar cego e surdo quanto á vontade soberana de Deus. Embora ele admitisse o desejo do seu coração, ele não se aferrou aos seus feitos e merecimentos, mas ele pode discernir qual era a vontade soberana de Deus para sua vida. (Fl 2:5-9)

Seja a atitude de vocês a mesma de Cristo Jesus, que, embora sendo Deus, não considerou que o ser igual a Deus era algo a que devia apegar-se; mas esvaziou-se a si mesmo, vindo a ser servo, tornando-se semelhante aos homens. E, sendo encontrado em forma humana, humilhou-se a si mesmo e foi obediente até à morte, e morte de cruz! Por isso Deus o exaltou à mais alta posição e lhe deu o nome que está acima de todo nome.”

Davi soube lidar com muita tranquilidade com o não de Deus, assim como Paulo também.

Como o Espírito Santo não deixou que anunciassem a palavra na província da Ásia, eles atravessaram a região da Frígia-Galácia. Quando chegaram perto do distrito da Mísia, tentaram ir para a província da Bitínia, mas o Espírito de Jesus não deixou.” (At 16:6-8)

Como você tem lhe dado com o “NÃO” de Deus em alguns momentos do seu ministério?

Jamê diz que o não de Deus é segurança para nós.

Deus pode estar falando para entregar, para não entregar, para ficar ou para sair. O importante é discernir o que Deus está falando e se submeter a sua direção.

O que me impressiona é que Davi não se RESSENTIU com a negação divina. Por que humanamente falando quem “merecia” ter esta honra, da construção do templo, era Davi. Pois quem fez todo esforço foi Davi, não Salomão. No entanto, Davi aceitou a vontade soberana de Deus e passou a dar toda a colaboração necessária, para que a vontade de Deus fosse cumprida. Davi não disse: “Se eu não fizer, também não ajudo.” Davi mostra que o seu “EU” morreu. Por isso, Davi nos ensina que temos que ter cuidado com a vanglória. (Gl 2:20) Como Paulo, Davi podia dizer:

“Fui crucificado com Cristo. Assim, já não sou eu quem vive, mas Cristo vive em mim. A vida que agora vivo no corpo, vivo-a pela fé no filho de Deus, que me amou e se entregou por mim.”

A vontade de Deus para a vida de Davi naquele momento era que ele desse todo suporte a Salomão para que este pudesse construir o templo, a casa de Deus. Pois Deus que é Todo-Poderoso, Senhor absoluto sobre todas ás coisas, resolveu usar estes homens de forma específica na condução do seu projeto para o louvor da sua própria gloria. (Fl 2:13)

“Pois é Deus quem efetua em vocês tanto o querer quanto o realizar, de acordo com a boa vontade Dele.”

O obreiro tem que ser maduro, não pode ser menino, levado por todo vento de emoções. O seu compromisso deve ser sempre com a vontade de Deus e nunca com a sua ou a de homem algum.

DAVI RECEBEU O PROJETO PARA OUTRO EXECUTAR

Entregou-lhe também as plantas de tudo o que o Espírito havia posto em seu coração acerca dos pátios do templo do Senhor e de todas as salas ao redor, para os depósitos dos tesouros do templo de Deus e para os depósitos das dádivas sagradas. Deu-lhe instruções sobre as divisões dos sacerdotes e dos levitas, e sobre à execução de todas as tarefas no templo do Senhor, e os utensílios que seriam utilizados.”

"Tudo isso", disse Davi a Salomão, "foi me dado por escrito pela mão do Senhor, e ele me deu entendimento para executar todos esses projetos. " (1Cr 28:12,13,19)

Embora Davi tenha recebido pelo Espírito e rascunhado o projeto, ele compreendeu que o mesmo não era dele, mas do Deus Todo-Poderoso.

Davi recebeu revelação do seu ministério. Ele entendeu que Deus o chamou para receber a planta, e, entender o que fazer, o como fazer e com quem fazer.

Aqui fica evidente o ministério apostólico de Davi. Não é esta a função de um apostolo? Compreender a planta, a palavra de Deus, a revelação sobre a igreja no Novo Testamento, e dar direção do como executá-la, com muita fidelidade a sua essência.

E a cada um de nós foi concedida a graça, conforme a medida repartida por Cristo... E Ele designou alguns para apóstolos... com o fim de preparar os santos para a obra do ministério, para que o corpo de Cristo seja edificado.”

Aqui também compreendemos que Deus não está comprometido com nossos caprichos, mas com sua vontade soberana. Ele tem um plano, um projeto e o que deve prevalecer é a vontade Dele, na realização do seu projeto. Paulo disse que nós somos cooperadores. O cooperador não determina nada, ele recebe ordens e orientações, e, se for inteligente, obedece e faz exatamente o que lhe foi mandado, ainda que não seja exatamente aquilo que ele queira fazer.

“Conforme o dom que me foi concedido, eu, como sábio construtor, lancei o alicerce, e outro está construindo sobre ele. Contudo, veja cada um como constrói”. (1Co 3:10)

“Ao homem pertence os planos do coração, mas do Senhor vem à resposta da língua”. (Pv 16:1)

“Achei Davi, homem segundo o meu coração, que está disposto a fazer toda minha vontade”. (At 13:22)

Ás vezes a vontade de Deus contraria as nossas expectativas, mas se nós nos submetermos a ela, bem-aventurados seremos. Pois é um grande perigo querer fazer o que Deus não nos chamou para fazer. Podemos estar fazendo ás coisas com a força do braço humano, desprovido da graça e da benção de Deus. (Saul / Uzias) E, isto, pode trazer muitos prejuízos para nós e para a igreja de Jesus.

Diante de tudo isso, quero afirmar que não podemos ser meninos para querer fazer somente o que gosta e se sente bem, mas devemos permitir que o Espírito de Cristo nos conduza em revelação á respeito da vontade de Deus para ás nossas vidas, como servos do seu propósito. Devemos aprender o que significa negar-se a si mesmo e tomar a cruz. Pois os obreiros que Deus chama é para que estes, primeiro, sejam discípulos e depois façam muitos discípulos. Como o apostolo Paulo disse:

“Todavia, não me importo, nem considero a minha vida de valor algum para mim mesmo, se tão-somente puder terminar a corrida e completar o ministério que o Senhor Jesus me confiou, de testemunhar do evangelho da graça de Deus.” (Atos 20:24)

Paulo compreendia que o mais importante não era ele, mas o Senhor e o ministério que o Senhor lhe confiou. Assim devemos ser, desprendido de nós mesmos e de tudo a nossa volta.

DAVI PASSOU O BASTÃO PARA SALOMÃO

Aprendemos com Davi que é necessário compreendermos que existem momentos da nossa vida em que Deus vai nos levar a apontar para algum “SALOMÃO”. Sem ter a mesquinhez de dizer: “Eu não vou fazer escada para ninguém.” Pois temos que estar catequizados, que a obra não é nossa, somos apenas cooperadores de um projeto muitooooooooooo grande e infinitamente maior que nós.

Este é um tempo de reflexão, de modo que possamos deixar o Espírito Santo apontar quem são as pessoas que Ele está levantando ou levantou para cooperar conosco, nos dar direção ou dar seguimento ao que Deus nos chamou para fazer.

Portanto, Deus quer te usar meu irmão, como Davi, não como SALOMÃO. Ou como Salomão, não como Davi. É preciso que haja discernimento qual é o seu chamado, seu dom e ministério no corpo de Cristo.

Discernir o que Deus quer fazer com você, através de você e com os que estão próximos á você, neste exato momento.

Desejo que sejamos ajudados pelo glorioso Espirito Santo a entender com muita revelação, o processo geracional. Pois esta é a forma mais simples de Deus agir na edificação da sua igreja.

“Portanto, você, meu filho, fortifique-se na graça que há em Cristo Jesus. E as coisas que me ouviu dizer na presença de muitas testemunhas, confie a homens fiéis que sejam também capazes de ensinar a outros.” (2 Timóteo 2:1,2)

E, que neste tempo possamos discernir os filhos que Deus tem nos dados, os quais têm o chamado para o ministério e colaboração na edificação da igreja de Jesus. Que eles sejam homens fiéis e capazes de executar a grande tarefa divina.

Veja que o Senhor o escolheu para construir um templo que me sirva de santuário. Seja forte e mãos ao trabalho!” (1 Crônicas 28:10”

Este é um princípio e uma verdade constante na bíblia, a palavra de Deus: “Um semeia, outro rega, mas é Deus quem dá o crescimento, pois é Ele quem cria e sustenta todas ás coisas”. Portanto, a Ele, Deus, toda honra, toda glória e todo louvor, hoje e eternamente.

CONCLUSÃO

Quero concluir com esta benção de Davi para o seu Salomão:

“E acrescentou: "Seja forte e corajoso! Mãos ao trabalho! Não tenha medo nem se desanime, pois Deus, o Senhor, o meu Deus, está com você. Ele não o deixará nem o abandonará até que se termine toda a construção do templo do Senhor. As divisões dos sacerdotes e dos levitas estão definidas para todas as tarefas que se farão no templo de Deus, e você receberá ajuda de homens peritos em todo tipo de serviço. Os líderes e todo o povo obedecerão a todas as suas ordens". (1 Crônicas 28:20,21)

Libere esta mesma benção para o seu “SALOMÃO”!

232 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo